• 193 
  •  
  •  
  •  
  •  

Defesa Civil RJ e Corpo de Bombeiros participaram de exercício simulado de preparação para desastres

Treinamento reuniu órgãos federais, estaduais e municipais em Petrópolis

 

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) e o Corpo de Bombeiros RJ participaram, entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, de um Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (ECADEC), nas instalações do 32º Batalhão de Infantaria, em Petrópolis. O evento reuniu órgãos federais, estaduais e municipais. Trata-se de iniciativa dos ministérios da Defesa, Integração e Saúde, organizado no âmbito estadual pela equipe da Sedec-RJ. O objetivo foi simular um evento real de desastre e todas as ações pertinentes a cada uma das instituições envolvidas no treinamento. Nesta edição, a tragédia das chuvas de 2011, na Região Serrana, foi a ocorrência alvo do projeto.

 

De acordo com o superintendente operacional da Sedec-RJ, coronel Marcelo Hess, o trabalho envolveu aproximadamente 200 pessoas. As edições anteriores foram realizadas em Santa Catarina e no Espírito Santo. Entre os órgãos do Estado envolvidos estiveram as secretarias de Saúde, de Meio Ambiente, de Ciência e Tecnologia; a Liga Brasileira de Radioamadores, a Cruz Vermelha, entre outros.

 

- Participamos de exercícios de mesa, palestras e também ações reais, como a checagem com a regulação médica de leitos disponíveis em hospitais.  Com este encontro, foi possível, além de integrar os órgãos, cada um apresentar suas atribuições e definir as responsabilidades dentro de um cenário de tragédia. Estarmos preparados e conhecer a expertise do outro é fundamental para uma rápida resposta ao desastre – disse Hess.

 

Militares do quartel de Petrópolis realizaram exercício prático

 

Como parte da programação da ECADEC, militares de Petrópolis (15º GBM) participaram de um simulado de incêndio florestal nas instalações do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Pico do Couto (DTCEA-PCO), da Força Aérea Brasileira (FAB).

 

- Conseguimos testar a nossa comunicação e o emprego dos nossos militares nesse local tão importante para a soberania nacional – disse o comandante do 15º GBM, tenente-coronel Ramon Camilo.

 

Segundo o capitão Daniel Campos, chefe da seção de operações do quartel de Petrópolis, a ênfase nos exercícios envolvendo combate a incêndio florestal faz parte da preparação anual da unidade para o enfrentamento a tal desastre.

 

- Infelizmente, o incêndio florestal nessa época do ano é a nossa realidade. Por isso, temos que nos preparar com treinamentos específicos sobre esse tema – ressaltou o oficial.